segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Linguística Aplicada no contexto do Ciberespaço

É durante a leitura de e-mails onde percebemos que alguma comunicação deixou de acontecer, pois a caixa de diálogos abriu numa língua que não compreende. Mas você com certeza conhece as palavras “yes” e “now”, sendo que o “yes” responde a pergunta da caixa de diálogos cancelando a instalação de algum aplicativo inútil, enquanto a palavra “now” respondia que você desejava instalar o aplicativo “agora”, mas como parece muito com as palavras “no, not, non, nay” você com certeza fez o que não queria. Essa é uma técnica muito utilizada para instalar vírus, programas indesejáveis e tantas outras coisas. No entanto, esse é apenas um exemplo, pois o contexto globalizado atual é bem mais exigente e a leitura de caixas de e-mails é apenas um detalhe.
A juventude está mais avançada e o que servia apenas a empresas e pequenas empresas hoje assumiu um caráter de pessoalidade. Temos de observar a realidade dos Weblog ou blog sites. Quantas vezes os usuários de blogs abriram seus e-mails e entre as mensagens havia alguma escrita em língua estrangeira. Usuários frequentes de blogs fazem leituras estatísticas de seus visitantes e quantos já não ficaram espantados, porque entre os visitantes havia alguém da ilha Maurício.
Quem já recebeu e-mail da Alemanha ou da França e ficou pensando: o que está escrito aqui? Vai até o Google tradutor e não entende muito bem o que está escrito ou tenta escrever uma resposta no Google tradutor e esse não consegue transmitir sua mensagem com exatidão.
A pesquisa bibliográfica desse estudo é composta por artigos de Linguística Aplicada e naturalmente artigos retirados da web que tratam do assunto Blog. Este é um estudo exploratório que busca hipóteses relevantes à importância da aquisição de língua estrangeira que possa responder as necessidades comunicativas dos Blogs. Esse trabalho tem relevância para estudantes e professores de Língua estrangeira, escritores de Blogs e também leitores desses sites. Esse artigo comunica aos futuros escritores de Blog e principalmente aos atuais para que possa atualizar-se das informações aqui contidas e/ou rever suas prioridades.
Temos de compreender a importância de saber o que é um Blog site? E responder a necessidade de aquisição de língua estrangeira para manutenção e atualização de seus Posts e assim facilitar acesso a usuários estrangeiros. Organizar um breve histórico sobre linguística aplicada e sua aplicabilidade no trabalho com Blogs e por fim organizar conclusões que qualifiquem o uso de Blog sites na escola por professores de língua estrangeira.

Leituras sobre Linguística

A história da linguística aponta Ferdinand de Saussure como fundador da Linguística moderna, pois seus estudos sincrônicos marcaram o século XX e estes colidiam com os estudos históricos do século XIX. No entanto a linguística da segunda metade do século XX é a linguística herança de Saussure e seu fundamento é estrutural, esta elabora sobre a ideia de que “a língua é um sistema de signos independentes” (FARACO, 2005).
Linguagem é a competência dos seres humanos na produção, desenvolvimento e compreensão da língua e outras manifestações como a dança, a música, pintura, desenho.
Linguagem é uma maneira de se comunicar, ou seja, tudo aquilo que usamos para comunicar algo. Podem ser usadas palavras, gestos, cores, sinais de trânsito. Essas entre outras coisas são formas de linguagem. Tipos de linguagem como a Linguagem verbal, onde é utilizada a língua para falar, a linguagem não-verbal, dança, pintura e a linguagem mista, onde estão presentes a linguagem verbal e a não-verbal.
A fala é ato individual; resulta da combinação feita pelo sujeito falante utilizando um código da língua. É dessa combinação “linguagem-língua-fala” que surge a linguística. A fala se manifesta nos códigos da língua que possui padrões culturais para que os sujeitos falantes possam se identificar. Linguagem natural e linguagem adquirida. Por exemplo: a língua portuguesa, a língua italiana, a língua francesa e assim por diante.
A linguística é constituída por todas as manifestações da linguagem humana, sejam povos selvagens ou povos civilizados, de épocas arcaicas, clássicas ou decadência, observa-se nos períodos não só a linguagem correta e a “bela linguagem”, mas toda forma de expressão. Não há certo e errado no estudo da linguística, mas há o porquê de determinadas linguagens.

Fatores que determinam diferentes abordagens sobre a linguagem:



  1. Estudo sobre “certo” e “errado”: é muito comum as classes sociais dominantes é necessária a colocação do que é certo e errado na linguagem (gramática normativa).
  2. Estudo da língua estrangeira: o contato com outras sociedades exige que compreendamos outros falares. Aprende-se outras línguas pelo contato com outras línguas.
  3. Estudo filológico da linguagem: a necessidade de compreender formas linguísticas do passado para traduzir textos escritos em linguagens obsoletas.
  4. Estudo lógico da linguagem: a necessidade de transformar a linguagem em instrumento eficiente para o pensamento filosófico, assim como transformar o pensamento filosófico, disciplinador da linguagem. Nesse sentido que é necessárias regras gramaticais que servem como orientadoras do pensamento filosófico.
  5. Estudo biológico da linguagem: determina que a linguagem dependa de predisposição biológica. O ser humano nasce predisposto a utilizar a linguagem.
  6. Estudo histórico da linguagem: a linguagem é fato ou acontecimento histórico. A linguagem é estudada desde seus primeiros momentos até o momento atual.
  7. Estudo descritivo da linguagem: tem como foco a função da linguagem na comunicação social e os meios pelos quais preenche essa função.
A linguística é interdisciplinar, transita por diversas áreas do conhecimento. Depende da área de atuação, ponto de vista e teoria. Após o breve parêntese ao conteúdo da linguística seguiremos direção a sua relação com o estudo, ensino e aprendizagem da língua estrangeira. A linguística Aplicada.
A linguística aplicada surge como disciplina intelectual no contexto da segunda guerra mundial, na década de 40. Seu inicio está diretamente vinculado ao ensino de língua estrangeira, sendo institucionalizada por volta de 1948 e em Janeiro deste mesmo ano é lançado o livro Language Learning: A journal of applied linguistic. Outros eventos, também contribuíram para configurar a linguística aplicada como: aplicação de teorias e princípios da linguística, outro exemplo é um campo de investigação voltado para o ensino de língua estrangeira, a criação do English Language Institute (ELI), na Universidade de Michigan no ano de 1941. O professor Charles C. Fries funda o ELI com o objetivo de realizar pesquisas sobre o ensino de inglês como língua estrangeira e testar materiais que tivessem como base os conhecimentos teóricos da época. No ano de 1986, Jack C. Richards e Theodore S. Rodgers publicaram Approaches and methods in language teaching: a description and analysis considerado referência da área de ensino e aprendizagem de língua estrangeira.
O estruturalismo é a teoria linguística em vigor nesse período e as universidades americanas colaboraram para o desenvolvimento do curso e de materiais pedagógicos voltados para o ensino do inglês. Contribui para abordagem ser conhecida como estrutural e teve como contribuição para o crescimento a criação do periódico Language learning.
Na década de 60 o conceito de linguística aplicada persiste como ensino de línguas, mas já é campo expandido para incluir estudos sobre avaliação e testagem, política linguística e a aquisição de língua estrangeira.
O mundo globalizado sente necessidade de melhor compreensão sobre linguística aplicada. A comunicação extrapolou as fronteiras dos países e a facilidade de acesso a conteúdos é ilimitada. Logo, é necessário estarmos atentos às novas necessidades da Cybercultura, e explorar a possibilidade e necessidade de Weblogs bilíngues. Mas, então o que é Weblog ou Blog?

Weblog ou blog site um mistério sem mistério

É uma forma eficiente de comunicação rápida, barata e que interage com públicos e colegas de trabalho, este é o Weblog ou Blog (registro eletrônico). Uma página na web onde podem ser comentadas e alteradas as publicações.
As publicações são chamadas de postagens ou simplesmente post. Quando atualizado frequentemente o blog torna-se um arquivo documental com possibilidade de consulta rápida. Foram criadas para organizar ações promovidas por empresas mantendo todas as suas filiais informadas sobre as ações e relatórios de consultoria. Esses arquivos podem ser públicos ou privados.
A preocupação da maioria dos usuários é com relação à divulgação dos materiais, ou seja, a superexposição na web. Ter um blog site é simples e rápido, mas a manutenção com postagens originais frequentes é trabalhosa e exige atividades de pesquisa, leitura e escrita constantes. Muitos blogs são compostos de conteúdos copiados ou informações falsas, são posts fakes.
No entanto a internet não é apenas informações falsas, há uma quantidade relevante de escritores que acreditam no conteúdo e na credibilidade que devem transmitir aos leitores, pois tem consciência dos caminhos tomados pela informação após seu lançamento no ciberespaço.
Quando bem utilizado o ciberespaço é um local de mobilização para o conhecimento; construção do conhecimento; e elaboração e expressão da síntese do conhecimento. A construção do conhecimento é mediada por relações de aprendizagem colaborativa que dentro do ciberespaço é um processo complexo de atividade social.
O ciberespaço já foi o espaço eletrônico, acessado através apenas do micro computador, onde se trabalhavam com dados, informações e memória coletiva, onde acontece interação e comunicação entre pessoas e grupos, independente do tempo e do espaço, o que configura produção de conhecimento fruto da ação coletiva, onde competências e modelos mentais independem da diversidade.
O ciberespaço eletrônico inicialmente acessado no micro computador, hoje está mais ágil com a facilidade atribuída aos smartphones, o que tornou ainda mais rápido o trabalho com dados, informações e memória coletiva.
Após observar tantos predicados atribuídos aos trabalhos com weblogs dentro do ciberespaço temos de observa-lo amplamente extrapolando as fronteiras de nossa língua. Atribuir uma segunda língua ao seu perfil no ciberespaço é ultrapassar fronteiras, permitir que suas contribuições sejam acessíveis a outras culturas conduzindo atitude aberta e prospera ao espirito transdisciplinar.
Abrir as portas do ciberespaço para políticas linguísticas de inclusão pode favorecer políticas institucionais plurilinguísticas. Assim, utilizar o bilinguismo na atualização de blog sites seria uma prática política de inclusão que pode favorecer ao estudo de linguística aplicada para ações educativas nas escolas de ensino regular.

Capital cultural e a língua estrangeira

Reflexões sobre a noção de identidade no contexto virtual, transculturalismo, multiculturalismo e as diversas situações em que a identidade dos indivíduos podem mudar ou se misturar, pois as identidades são construídas através da linguagem. O funcionamento da língua estrangeira para as outras disciplinas e de outras disciplinas para língua estrangeira sem o qual não pode ser inter/transdisciplinaridade.
Os estudantes são dotados de capital cultural particular que atualmente é muito explorado dentro do cyberespaço. São os jogadores de vídeo game e os you tuber que configuram atualmente um grande número de jovens que tem canais de Web TV. O educador que estiver dentro do contexto virtual pode diagnosticar áreas que podem ser trabalhadas para uma aprendizagem efetiva de língua estrangeira, pois o conteúdo de internet é livre e determinadas redes sociais podem com muita facilidade expandir a proposta dinâmica de utilização de língua estrangeira nos Blogs.
O educador vai identificar as necessidades de informação dos estudantes, abrir as portas do cyberespaço para o trabalho de pesquisa e produção de conhecimento. Ao abrir as portas da pesquisa os estudantes poderão ser orientados dentro da escola sobre as fontes confiáveis para estudo. Os estudantes poderão propor ações transformadoras para aplicação do conhecimento dentro e fora do cyberespaço. Organizar um ambiente facilitador da própria aprendizagem e compartilhar esse ambiente servindo de fonte de leitura para outros estudantes, o que possibilita aos conteúdos escolares propostas de avaliação que extrapolam aos limites da sala de aula e a utilidade limitada que esta oferece aos conteúdos.
A escola deve tornar-se mediadora do cyberespaço e por meio deste incentivar diálogos, ações em grupo e contextualizar conhecimentos para que os estudantes possam lidar com preconceitos, crenças e valores existentes. Portanto, o estudo de língua estrangeira na escola deveria organizar-se dentro dos novos contextos comunicativos apropriando-se dos Weblogs ou Blogs como tecnologia mediadora de um processo de ensino-aprendizagem de língua estrangeira na prática.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FARACO, Carlos Alberto. Estudos pré-saussurianos. In: BENTES, Anna Christina; MUSSALIM, Fernanda (Org.). Introdução à linguística: fundamentos epistemológicos. São Paulo: Cortez, 2005. p. 27- 52

GOOGLEPDF. A linguagem no contexto da globalização. Disponível em: http://www.faceq.edu.br/regs/downloads/numero13/a-linguagem-no-contexto-da-globalizacao.pdf. Acesso em: 25 Jul. 2016

GOOGLEPDF. Linguística aplicada ontem e hoje. Disponível em: https://ufscdeutsch2010.files.wordpress.com/2010/10/capitulo1-caderno.pdf. Acesso em: 16 Jul. 2016

GOOGLEPDF. Por uma Linguística aplicada indisciplinar. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbla/v8n1/11.pdf. Acesso em: 23 Jul. 2016

LADO, Robert. Introdução à linguística aplicada. Petrópolis (RJ): Vozes, 1971

SANTOS, Pedro Perini. Ensaio sobre linguagem, pobreza e políticas linguísticas. Disponível em: http://revistas.unibh.br/index.php/dchla/article/view/428/229. Acesso em: 16 Jul. 2016

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2012

SCIELOBRASIL. DELTA: Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-44502003000200008. Acesso em: 23 Jul. 2016

UABUNITINS. O que é linguística e suas ramificações. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=6dYmDQzvLJY. Acesso em: 23 Jul. 2016

UNIVESPTV. Educação e sociedade: capital cultural. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=W41rpXfllCY&index=1&list=PLJc9tjsZdxlWKpQTtfSLdHAM19T5DXdpG. Acesso em: 18 Jul. 2016

ZANOLI, Maria de Lurdez. In: EDUCAÇÃO, GESTÃO E SOCIEDADE. A linguagem no contexto da globalização. Disponível em: http://www.faceq.edu.br/regs/downloads/numero13/a-linguagem-no-contexto-da-globalizacao.pdf. Acesso em: 16 Jul. 2016



21 comentários:

  1. É fundamental o cyberespaço nas escolas, é mais aprendizado para os alunos,mas comunicação para os alunos, a tecnologia é muito importante nos dias de hoje, Myke abraços.

    ResponderExcluir
  2. A descrição que gostei mais foi os Fatores que determinam diferentes abordagens sobre a linguagem. São fatores que nos ajudam a estar enseridos no mundo.Parabens por toda a abordagem sobre a Linguística.bjssss

    ResponderExcluir
  3. Será que os alunos de hoje, se preocupam com o que foi descrito acima??

    Determinação, coragem e auto-confiança são fatores decisivos para o sucesso. Se estamos possuídos por uma inabalável determinação, conseguiremos superá-los. Independentemente das circunstâncias, devemos ser sempre humildes, recatados e despidos de orgulho.
    Dalai Lama

    ResponderExcluir
  4. Boa Tarde Myke!Parabéns pela postagem sobre a linguística!uma pena que a maioria dos jovens de hoje não querem ser ajudados.Bjs

    ResponderExcluir
  5. O ciberespaço quando bem utilizado é fonte de conhecimento e inclusão,sem sombra de dúvidas!Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Ótima proposta alunos sendo mediadores do cyber espaço!Quem sabe em um futuro próximo?Talvez políticas publicas serão envolvidas neste item tao importante.
    www.cantinhodaleiaslz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post,e quanto ao ciberespaço é uma ótima proposta para os alunos.
    beijos!

    ResponderExcluir
  8. otima postagem a escrita muito vem pra ajudar nosa juventude

    ResponderExcluir
  9. Amado parabéns pela postagem! tudo que é para ajudar os alunos são bem vindo, beijinhossssssssss

    ResponderExcluir
  10. Acho muito importante que espaços voltados para auxiliar na educação dos jovens sejam sempre muito bem vindos, pois quanto mais envolvimento com a linguística, melhor o conhecimento. Os nossos jovens precisam ampliar os seus conhecimentos, para irem muito mais além.

    ResponderExcluir
  11. Excelente postagem!
    Com tanta informação hoje em dia as vezes fica complicado entender e conciliar tudo e ter um espaço com informações mais relevantes em especial sobre a linguística é muito importante.

    ResponderExcluir
  12. Amei o post sobre linguistica... temos que levar conteudo para todos os jovens do Brasil.. sucesso!

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Devemos ter um certo cuidado quando vamos aplicar para o aprendizado novidades nesse sentido, para não proporcionar uma preguiça escolar

    Abçs
    Rafael

    ResponderExcluir
  15. Tudo que vem somar é ótimo, mas confesso que apesar de todo o contexto de importância do cyberespaço eu sinto falta do contato humano, das cartinhas enviadas pelos correios, aquele bilhetinhos fofos que recebíamos rsrs
    Essa tecnologia toda com suas facilidades me preocupa muito, pois como falei a pouco o contato humano está cada dia mais distante ...
    O assunto abordado por você está muito bom e super esclarecedor ... Com certeza precisamos ter conhecimento linguistico ...
    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  16. Olá,amiga!!
    A tecnologia se for aplicada para o bem eu concordo.Pior é quando essa tecnologia é aplicada para fazer o mal a outras pessoas.
    Hoje em dia quase não se fala mais em escrever cartas, como era antigamente,pois a tecnologia chegou para facilitar a comunicação entre as pessoas.Devemos sempre reter o que é bom para nós.Bjssss

    ResponderExcluir
  17. Post nota 10!
    A tecnologia parece que veio para acrescentar uma nova forma de pensar e escrever e tudo q aprendemos quando ela ainda era um embrião parece inútil mais é tudo a mesma coisa SÓ mudou de pessoal para virtual!
    bjus

    ResponderExcluir
  18. Post nota 10!
    A tecnologia parece que veio para acrescentar uma nova forma de pensar e escrever e tudo q aprendemos quando ela ainda era um embrião parece inútil mais é tudo a mesma coisa SÓ mudou de pessoal para virtual!
    bjus

    ResponderExcluir
  19. Otimo post sobre linguística muito completo parabéns bjs

    ResponderExcluir
  20. Uau! Post super completo sobre linguística! Parabéns, muito bom mesmo!

    ResponderExcluir